quinta-feira, 20 de julho de 2017

Marfrig vai reabrir atividades em Alegrete

Uma das notícias mais esperadas dos últimos seis meses, foi anunciada pelo presidente do Sindicato da Indústria da Alimentação de Alegrete, Marcos Rosse.
O frigorífico Marfrig vai reabrir sua planta, depois de suspender os abates desde dezembro de 2016. Primeiro depois de dar ferias coletivas e dispensar os 650 funcionários, com alegação de não havia, à época, gado suficiente para abater na região.
Os trabalhadores ficaram recebendo em casa e depois foram dispensados com os seus direitos. Houve o desmonte parcial da instalações.
Depois de intensas negociações com a direção da empresa, com governo do Estado, Ministério do Trabalho foi decidido pela reabertura, já que o prazo dado pela justiça de 90 dias para que a empresa liberasse a planta ou reabrisse esta próximo de expirar. E se isso não acontecesse a empresa perderia a carta de exportação, além de ter que pagar uma multa de cerca de 15 milhões, de acordo com Rosse.
Como a empresa fechou novos contratos de exportação e outras plantas administradas pelo grupo não foram aprovadas para este fim, tiveram que ceder para reabrir a de Alegrete. A planta local tem SIF e as condições exigidas pelo mercado internacional
Como foram retirados muitos equipamentos da planta local, até que sejam recolocados no vários setores da indústria a abertura das atividades esta prevista para o início de setembro. De início, serão aproximadamente 600 empregos.
Rosse enfatiza que esta é uma das melhores notícias aos trabalhadores e para Alegrete, porque todos sabem da importância do frigorífico manter suas atividades para a economia do Município.
fonte: AlegreteTudo

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Principais indicadores do mercado do boi –18-07-2017


Tabela 1. Principais indicadores, Esalq/BM&F, margem bruta, câmbio
17/07/17Diferença
14/Jul10/Jul14/Jun/17
Boi Gordo – Esalq/BM&F à vistaR$ 124,200,36%-0,79%-2,62%
Bezerro – Esalq/BM&F à vistaR$ 1.130,520,00%0,41%3,05%
Margem bruta na reposiçãoR$ 918,780,80%-2,23%-8,80%
Boi Gordo – em dólaresUS$ 39,040,60%1,79%0,41%
DólarR$ 3,18-0,24%-2,54%-3,02%
Fonte: Esalq/BM&F, Bacen, elaboração BeefPoint
O indicador Esalq/BM&FBovespa boi gordo apresentou alta de 0,36%, nessa segunda-feira (17) sendo cotado a R$ 124,20/@. O indicador a prazo foi de R$ 126,23.
Gráfico 1. Indicador Esalq/BM&FBovespa bezerro à vista x margem bruta
O indicador Esalq/BM&F Bezerro manteve-se estável, cotado a R$ 1130,52/cabeça nessa segunda-feira (17). A margem bruta na reposição foi de R$ 918,78 e apresentou alta de 0,80%.
Gráfico 2. Indicador de Esalq/BM&FBovespa boi gordo à vista em dólares e dólar
Na segunda-feira (17), o dólar apresentou baixa de 0,24% e foi cotado em R$ 3,18. O boi gordo em dólares registrou valorização de 0,60%, sendo cotado a US$ 39,04. Verifique as variações ocorridas no gráfico acima.
Tabela 2. Fechamento do mercado futuro em 17/07/17
Vencimento Fechamento Diferença do dia anteriorContratos em abertoContratos negociados 
Jul/17123,38-0,24912264 
Ago/17126,09-0,303533 
Set/17127,68-0,371322 
Out/17128,83-0,374.245605 
Nov/17128,91-0,371082 
Dez/17129,33-0,3731 
Jan/18126,70-0,1300 
Fev/18129,180,10931
Mar/18134,35-0,20511 
Indicador de Preço Disponível do Boi Gordo Esalq/BM&F – Estado de SPIndicador de Preço Disponível do Bezerro Esalq/BM&F – Estado de MS
DataÀ vista
R$/@
A prazo
R$/@
DataÀ vista
R$/cabeça
A prazo
R$/cabeça
07/07/17125,67127,3607/07/171125,90.
10/07/17125,19125,2010/07/171125,90.
11/07/17125,49127,8411/07/171127,001128,47
12/07/17124,70126,1912/07/171138,001139,56
13/07/17124,19126,1913/07/171138,001139,56
14/07/17123,76124,6314/07/171130,521132,06
17/07/17124,20126,2317/07/171130,521132,06
Fonte: Esalq/BM&F, elaboração BeefPoint.
O contrato futuro do boi gordo para jul/17 apresentou baixa de R$ 0,24 e foi negociado a R$ 123,38 em relação ao dia anterior.
Gráfico 3. Indicador Esalq/BM&FBovespa boi gordo à vista x contratos futuros para jul/17
Acesse a tabela completa com as cotações de todas as praças levantadas na seção cotações.
Tabela 3. Atacado da carne bovina
17/07/17Diferença
14/Jul10/Jul14/Jun/17
Traseiro (1×1)R$ 9,900,00%-1,00%-6,60%
Dianteiro (1×1)R$ 7,000,00%-2,78%-6,67%
Ponta AgulhaR$ 7,500,00%-1,32%1,35%
Equiv. FísicoR$ 142,85-0,14%-0,68%-6,61%
Spread Eq. Físico/EsalqR$ 18,65-3,27%0,11%-26,63%
Fonte: Boletim Intercarnes, elaboração BeefPoint
No atacado da carne bovina, o equivalente físico foi fechado a R$ 142,85. O spread (diferença) entre os valores da carne no atacado e do indicador do boi gordo foi de R$ 18,65 e apresentou baixa de R$ 3,27 no dia. Conforme mostra a tabela acima
Gráfico 4. Spread Indicador Esalq/BM&FBovespa boi gordo à vista x equivalente físico
O Spread é a diferença entre os valores da carne no atacado e do Indicador do boi gordo. Desta forma, um Spread positivo significa que a carne vendida no atacado está com valor superior ao do boi comprado pela indústria, deixando assim esta margem bruta positiva e oferecendo suporte ou potencial de alta para o Indicador, por exemplo.
fonte: BeefPoint

segunda-feira, 17 de julho de 2017